A doença de Parkinson não tem cura, apenas tratamento para redução dos sintomas a fim de oferecer qualidade de vida aos pacientes.

Certas mudanças de estilo de vida também podem ajudar a fazer a vida com a doença de Parkinson mais fácil, a exemplo de:

  • Manter uma dieta equilibrada;
  • Fazer exercícios regulares, mas ajustando o nível de atividade de acordo com os níveis flutuantes de energia e com acompanhamento profissional;
  • Respeitar períodos regulares de descanso e evitar o estresse;
  • Aderir à fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional;
  • Colocar corrimãos em áreas comumente usadas em casa;
  • Utilizar utensílios especiais para comer.

Tremores, desequilíbrio, rigidez muscular e dificuldade de locomoção. Esses sintomas, comuns aos portadores da doença de Parkinson, podem ser reduzidos com um tratamento envolvendo diversas áreas terapêuticas.

A doença tem um prognóstico melhor quando abordada numa perspectiva interdisciplinar, abrangendo as áreas de conhecimento da Neurologia, da Fisioterapia, da Terapia Ocupacional, da Educação Física, da Psicologia, da Nutrição, da Farmácia, da Assistência Social, da Fonoaudiologia e da Enfermagem.

EnglishPortugueseSpanish
Open chat
Olá. Agende sua consulta na Cukiert!