T. 11 3846.3272 / 3846.3273 | contato@cukiert.com.br
Rua Dr. Alceu de Campos Rodrigues, 247 - 12° and. Cj. 21
São Paulo/SP - Brasil - CEP 04544-000

Neuroendocrinologia | Trabalhos em Congressos

EFEITOS DA RETIRADA DA OCTREOTIDA-LAR EM PACIENTES ACROMEGÁLICOS TRATADOS POR RADIOTERAPIA PRIMÁRIA OU SECUNDÁRIA

Cukiert A, Saldanha MDD, Tavares LB, Silva MSN, Michelin SC, Lido ACV, Nogueira KC, Liberman B, JA Burattini, Santos PPML, Seda Jr LF, Câmara RLB, Lopes LFPG.

Departamentos de Neurocirurgia e Endocrinologia do Hospital Brigadeiro, São Paulo - SP e Clínica Neuroendócrina de São Paulo, São Paulo - SP (acukiert@uol.com.br)

Objetivos: A Octreotida-LAR (Sandostatin LAR) é capaz de normalizar os níveis de GH e IgF1 em 50-70% dos pacientes com acromegalia. Pouco se conhece sobre os efeitos a longo prazo da SLAR e por quanto tempo a medicação deve ser administrada para cada paciente. Este trabalho relata os resultados da retirada da SLAR em pacientes que se submeteram à cirurgia e radioterapia (radioterapia secundária) ou radioterapia isolada (radioterapia primária) antes de receberem a SLAR.

Métodos: Dez pacientes acromegálicos foram estudados. Nove foram submetidos à cirurgia e radioterapia e um, à radioterapia primária como tratamento antes de receberem a SLAR. Todos pacientes receberam SLAR como tratamento secundário ou terciário por uma média de 28,2 meses. Os níveis médios de GH e IgF1 antes de qualquer tratamento foram, respectivamente, 54,2 e 895,6 ng/ml. Os níveis médios de GH e IgF1 antes do início da SLAR foram, respectivamente, 7,.7 e 771,0 ng/ml. A média de tempo após a radioterapia até o da retirada da SLAR foi 21,9 meses. SLAR foi retirada por pelo menos 4 meses em cada paciente e os níveis de GH e IgF1 foram avaliados seqüencialmente..

Resultados: As médias dos níveis de GH e IgF1 foram 0,7 (0,05-2,2) e 203,7 (41,1-337,0) ng/ml em pacientes recebendo SLAR. Depois de 4 meses da retirada da SLAR, as médias dos níveis de GH e IgF1 foram, respectivamente, 3,3 e 623,2 ng/ml. Os níveis de GH ou IgF1 aumentaram após a retirada da SLAR em 8 dos 10 pacientes. Em 6 pacientes (75%), tanto o nível de GH como de IgF1 aumentaram após a retirada da SLAR. Os níveis de GH e IgF1 aumentaram em uma média de 2.4 meses após retirada da droga.

Discussão: Normalização dos níveis de GH e IgF1 foram obtidos em todos pacientes usando SLAR nesta série. Por outro lado, 80% dos pacientes mostraram um aumento bem definido dos níveis de GH e/ou IgF1 para um platô anormal após 4 meses da retirada da droga, sugerindo que os resultados laboratoriais prévios estivessem relacionados com a efetividade da SLAR e não com os efeitos da radioterapia. Esses pacientes provavelmente necessitariam de um tratamento com SLAR por não menos que 3 anos.