T. 11 3846.3272 / 3846.3273 | contato@cukiert.com.br
Rua Dr. Alceu de Campos Rodrigues, 247 - 12° and. Cj. 21
São Paulo/SP - Brasil - CEP 04544-000

Clínica de Epilepsia | Trabalhos em Congressos

ESTIMULAÇÃO DO NERVO VAGO (ENV) É MAIS EFETIVA EM SÍNDROMES EPILEPTICAS GENERALIZADAS DO QUE EM SÍNDROMES FOCAIS

A Cukiert, JA Burattini, JO Vieira, PP Mariani, C Baise, C Baldauf, M Argentoni, L Frayman, VA Mello, L Seda, RLB Camara, PRS Mendonça.

Serviço de Cirurgia de Epilepsia, Hospital Brigadeiro e Clínica de Epilepsia de São Paulo, São Paulo-SP, Brasil.

INTRODUÇÃO: ENV tem sido usada como tratamento paliativo em pacientes com epilepsia refratária desde a última década. As bases patofisiológicas para a sua eficácia não são bem compreendidas e a mesma tem sido empregada no tratamento de todos os tipos de síndromes epilépticas.

MATERIAL: Onze pacientes submetidos à ENV foram estudados.Cinco possuíam epilepsia generalizada secundária (EGS) e 6 epilepsia focal (EF). Dois dos pacientes com EGS foram previamente submetidos à calosotomia. Cinco dos pacientes com EF foram previamente submetidos à ressecção cortical e 1 possuía polimicrogiria perisylviana bilateral. A idade variou de 11 a 36 anos e o tempo de acompanhamento de 1 a 3 anos. Os parâmetros finais de estimulação foram 2mA, 30Hz e 0,5 msec, com 30 segundos em “on” e 5 minutos em “off ”.

RESULTADOS: Não houve melhora significante da freqüência das crises em pacientes com EF. Por outro lado, houve uma notável redução na freqüência das crises (>70%) em 3/5 dos pacientes com EGS. Não houve morbidade significante ou mortalidade. .

CONCLUSÃO: ENV parece ser mais efetiva em pacientes com EGS. Seu efeito em pacientes com EF parece ser muito pior.